Quem coloca os políticos onde eles estão?

eto7440-editar-editar

Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

Você, que anda aí só partilhando textos no Facebook e indignado com os rumos da política brasileira, veja se usa a internet para algo útil e anote como o seu senador votou na PEC 55. Se por acaso não se lembra em quem votou nas últimas eleições, você provavelmente precisa colocar essa lista na sua geladeira ou na carteira para se inspirar da próxima vez que for às urnas.

“São todos ladrões”. Pode até ser. Mas se os ladrões que estão lá continuarem, quem vai se dar mal é você. E eles só ficam se você quiser.

E vigie o seu senador, o seu deputado. Vá aos sites do Senado e do Congresso para saber como ele vota, as presenças.

Na dúvida, escreva para ele. Ok, só uma pessoa enchendo o saco pode não contar, mas se todos os eleitores cobrassem as propostas do seu candidato, talvez não tivéssemos chegado onde estamos. Todos criticam o MBL, mas o grupo soube fazer pressão durante o processo de votação do impeachment da ex-presidenta Dilma Roussef.

Votar pode ser um compromisso que temos a cada quatro anos, mas ser cidadão é algo que somos, ou devíamos ser, todos os dias. Ultimamente temos a impressão que todo o brasileiro nasce com o gene da indignação. Aprendemos com os nossos pais a ler o jornal e reclamar, mas paramos por aí. Como se vivêssemos numa democracia aleatória em que os governantes são escolhidos por um programa de computador e que só nos resta aceitar a sorte e esperar que da próxima vez saia uma combinação mais favorável.

Milhares de pessoas morreram para que hoje tenhamos uma data para realmente dar a nossa opinião, mudar, fazer a diferença. Mas parece que preferimos esquecer o passado e chorar no Facebook. E chorar é mais fácil porque não implica nenhuma ação, apenas deixar as lágrimas caírem no teclado e esperar que sequem até a próxima choradeira.

Ouço frequentemente que a imprensa está aí para fiscalizar os políticos, mas esse papel é, em primeira instância, da justiça e acima de tudo, das pessoas. Aja localmente e influencie globalmente.

Aqui está a lista dos contatos dos senadores em exercício e aqui a lista dos congressistas.